Antes da morte, Paulo Henrique Amorim estava em pé de guerra com a Record

Um dos maiores comunicadores do país, Paulo Henrique Amorim morreu na madrugada dessa última quarta-feira (10/07), vítima de infarto. Porém, antes de sua morte, o público pôde ter acompanhado o afastamento dele sobre o ‘Domingo Espetacular’. Com informações do jornal O Dia.

Sua saída do dominical, no qual era um dos grandes nomes integrantes da revista eletrônica, teria sido motivada diante de causas políticas. Ele, que era conhecido por ser detentor de uma personalidade forte, fazia muitas declarações sobre o assunto.

Paulo Henrique Amorim
Paulo Henrique Amorim    Reprodução

Segundo informações da jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o jornalista estava bastante descontente com sua situação na casa, conforme diz sua amiga, Rosamaria Araújo, durante seu velório, marcado por muita emoção nesta última quinta (11/07).

“Certamente. Foi um motivo de frustração para todos nós porque, qualquer interferência no pensamento político, na liberdade de imprensa, parece muito forte. Ele demonstrava certa indignação. Ele era uma pessoa muito aberta, veemente, falava tudo que pensava”, afirmou Rosamaria.

O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *