Após mudança de prédio, parte dos servidores do Detran de Picos foram demitidos

Os serviços do Detran de Picos já estão funcionando de forma integral no Piauí Shopping. Entretanto, de acordo com o coordenador do órgão, Lindon Johnson Leal, apesar de muitos problemas relacionados à estrutura terem sido sanados, o departamento ainda enfrenta problemas com relação ao atendimento ao público.

Jhonson fala que após a mudança de prédio, alguns funcionários foram demitidos pelo Governo e os que ficaram, tiveram acúmulo de serviços e outros foram remanejados para darem conta da demanda.

Coordenador do Detran de Picos, Lindon Johnson Leal (Foto: Daniela Meneses)

“Nosso funcionamento, graças a Deus, está dentro da normalidade, a gente tem material com suficiência, estacionamento, local para o contribuinte chegar e ser atendido. A nossa pequena deficiência ainda é em relação àquela motivação do Governo, de dar uma enxugada na folha, que estava muito precária, com um déficit muito grande, e só a Ciretran de Picos, nós perdemos quatro funcionários, então, o atendimento ficou a desejar, não ficou igual o que a gente tinha”, contou.

O coordenador do departamento disse ainda que os problemas por falta de material e precariedade do sistema por conta da internet, foram reduzidos.

“A gente está se adaptando ainda no novo espaço, as vezes a gente tem um certo problema com a internet, uma pequena deficiência, a gente pede até a compreensão do público, porque as vezes é o sistema que cai muito, o número de funcionários que reduziu e deixa a desejar um pouco no atendimento na demora”, acrescentou.

Ainda segundo Lindon Johnson, alguns serviços que eram entregues em até 24 horas, foram estendidos para 48 horas, ele explica que há setores onde há apenas um funcionário executando serviços que antes eram prestados por dois.

“A gente teve que fazer o remanejamento de pessoas que estavam em outros setores. No setor do atendimento de emissão do CRV, a gente tinha duas pessoas, então nesse local ficou só uma, então acarreta mais ainda a demora quando você vai fazer uma transferência ou um primeiro emplacamento, a gente dava um prazo antes de 24 horas, hoje aumentou para 48. A pessoa que ficava junto à coordenação ajudando tanto na habilitação, quanto na coordenação, essa pessoa foi tirada e está no setor de habilitação, que só no setor de habilitação, eu perdi dois funcionários, era um no atendimento e o que fazia o Detran Digital, que foi onde eu tive o prejuízo maior”, pontuou.

Grande Picos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *