Apple lança Iphone 12 sem carregador e fone de ouvido, mas com 5G

0
478

iPhone 12 foi anunciado pelo preço sugerido de US$ 799, o que dá cerca de R$ 4.450 em conversão direta. Além dele, há três novos celulares Apple: iPhone 12 Mini por US$ 699; iPhone 12 Pro por US$ 999; e iPhone 12 Pro Max por US$ 1.099. As vendas começam em outubro nos Estados Unidos. Não há previsão de vendas no Brasil.

A grande novidade fica por conta da internet 5G em toda a nova linha da maçã. Usuários poderão acessar a internet em velocidades maiores caso estejam numa região com a nova tecnologia.

Por outro lado, a empresa removeu fones de ouvido e plugue de tomada. A partir de agora, a caixa do iPhone inclui um cabo USB-C para Lightning. Consumidores que não tiverem plugue USB-C deverão comprá-lo à parte. De acordo com a Apple, a medida foi adotada como parte dos esforços para preservar o meio-ambiente.

Outro revés no Brasil tem a ver com modelos antigos: o iPhone 11 e o iPhone XR ficaram mais caros no território nacional.

 

A fabricante promete uma melhor experiência ao usar as câmeras. Agora há novos recursos para focar no que realmente importa da cena. Os novos iPhones 12 seguem com Face ID para biometria facial e resistência à água e poeira.

O iPhone 12 e o iPhone 12 Mini serão comercializados nas cores preto, branco, vermelho, azul e verde. São três opções de armazenamento: 64 GB, 128 GB e 256 GB. Consumidores dos Estados Unidos poderão comprá-los ainda em outubro. Não há previsão de vendas no Brasil.

A Apple anunciou também a linha profissional renovada com o iPhone 12 e o iPhone 12 Pro Max pelos preços sugeridos de US$ 999 e US$ 1.099, o que dá R$ 5.570 e R$ 6.130 pelo câmbio do dia. Ambos contam com melhorias na captura de imagens, sistema de câmeras refeito e compatibilidade com novos padrões, inclusive o Dolby Vision. O sensor da câmera wide está 47% maior.

Há ainda a chegada do sensor LiDAR, um recurso já presente no iPad Pro que auxilia a mapear superfícies, piso, teto e paredes do ambiente em que o usuário está. A novidade mira experiências melhores em Realidade Aumentada.

O conjunto fotográfico fica assim:

  • Câmera traseira principal de 12 MP (f/1.6)
  • Câmera traseira ultra wide de 12 MP (f/2.4)
  • Câmera traseira teleobjetiva de 12 MP (f/2.0 no Pro e f/2.2 no Pro Max)
  • Câmera frontal de 12 MP (f/2.2)

O iPhone 12 Pro tem tela de 6,1 polegadas. A maior tela já vista num telefone da Apple está no iPhone 12 Pro Max: são 6,7 polegadas. A fabricante explicou que foi possível aumentar o display ao reduzir as bordas do smartphone, quando comparado com o iPhone 11 Pro Max, lançamento de 2019.

São quatro opções de cor: prata, grafite, dourado e azul. Clientes poderão escolher entre três capacidades de armazenamento: 128 GB, 256 GB e 512 GB. A Apple optou por acabar com a versão de 64 GB.

Internet 5G

O CEO da Apple, Tim Cook, destacou que o 5G só se torna realidade para muitos consumidores quando o iPhone passa a oferecer a conectividade. Já o CEO da operadora de telecomunicações Verizon, Hans Vestberg, destacou que a rede está em expansão no território americano, com novas antenas em estádios, casas de espetáculos, aeroportos e atrações turísticas, entre outros ambientes.

Diz a empresa que o download em 5G pode chegar a 4 Gb/s (Gigabits por segundo) em “condições ideais”, enquanto o upload pode chegar a 200 Mb/s (o famoso Mega).

A14 Bionic

O processador A14 Bionic foi apresentado nesta tarde com a promessa de ser o mais veloz de todos os tempos – com desempenho 50% melhor. Para chegar neste resultado, a companhia utiliza fabricação em 5 nanômetros. Trocando em miúdos, significa que a empresa conseguiu miniaturizar ainda mais os componentes, o que se traduz em mais desempenho e maior economia energética.

MagSafe para iPhone

Um novo carregador magnético foi anunciado seguindo a grife do MagSafe, uma marca já conhecida pelos fãs da marca. Desta forma, usuários podem recarregar o celular ao posicioná-lo sobre o acessório. A fabricante destacou que são necessárias novas capinhas, que sejam desenhadas para permitir o fluxo de eletricidade.

HomePod Mini

A fabricante anunciou uma versão pequena do HomePod, chamada de HomePod Mini. Trata-se de uma caixinha inteligente com alta qualidade de som aliada à assistente de voz Siri. É possível controlá-la por meio de comandos de voz, seja para reproduzir músicas, controlar dispositivos de casa conectada ou até mesmo fazer pesquisas na Internet, com resultados que aparecem diretamente no iPhone.

HomePod Mini — Foto: Reprodução/Apple 

A integração com outros dispositivos da maçã permite inclusive reproduzir mensagens rápidas em diferentes produtos pela casa, graças ao recurso Intercom. Esse novo padrão liga desde AirPods até iPhones e facilita a comunicação entre pessoas que estão em diferentes cômodos ou até mesmo entre casas diferentes.

O HomePod Mini chega para concorrer principalmente com a Echo Studio nos Estados Unidos, por conta do perfil de maior capacidade de reprodução. Aliás, o formato bolinha do novo aparelho Apple lembra bastante a nova geração da Amazon Echo Dot, anunciado pela rival há algumas semanas.

É vendido em branco ou cinza. O preço sugerido é de 99 dólares, o equivalente a R$ 550, com vendas programadas para novembro.
Meio norte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui