Barragem em Barão de Cocais (MG) pode se romper a partir de domingo, diz MP

A barragem da mina do Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), pode se romper a partir de domingo (19/05). É o que aponta documento da Vale a que o Ministério Público do estado teve acesso. A estrutura fica a 100 km de Belo Horizonte e a 144 km de Brumadinho, onde uma barragem da Vale se rompeu em janeiro.

Em recomendação emitida hoje, o órgão deu prazo de seis horas para a mineradora informar como fará para alertar dos riscos a população que pode ser atingida e o apoio que prestará no caso de o rompimento se concretizar.

Segundo o MP, a mineradora verificou que há uma deformação no talude norte da cava de Gongo Soco, na mina de Gongo Soco, e que, se esse talude se romper, provocará vibrações que poderão comprometer a barragem Sul Superior e levar ao seu rompimento. Ainda segundo o MP, a Vale estima que, na velocidade em que está a movimentação do talude, a ruptura poderá ocorrer entre domingo (19/05) e o dia 25 de maio.

De acordo com os dados atuais de monitoramento pelo radar instalado na cava, existe a possibilidade de deslizamento do talude norte da Cava de Gongo Soco. As trincas no talude estão evoluindo e os dados de monitoramento demonstram que a movimentação no talude norte da cava está aumentando”, diz o MP em documento divulgado nesta quinta-feira (16/05).

Talude é a estrutura semelhante a uma escadaria, em grandes proporções, que se forma ao redor da cava, que é de onde se retira o minério de ferro. A barragem Sul Superior, local de depósito do rejeito da produção da mina, fica 1,5 quilômetro à frente da cava.

O MP pediu hoje que a empresa adote imediatamente uma série de medidas para deixar claro à população local os riscos a que ela está sujeita, informando a comunidade por meio de carros de som, jornais e rádios sobre possíveis riscos, potenciais danos e impactos de um eventual rompimento.

Contatada pela reportagem do UOL, a Vale ainda não se manifestou a respeito das recomendações do MP.

UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *