Chorar: quando externar as emoções faz bem à saúde

“Chora, chora que faz bem…”. Quem nunca foi consolado dessa forma por amigos ou familiares em momentos de grande emoção? Mas, independentemente do motivo, chorar é um ato natural, quase intrínseco ao ser humano e extremamente saudável para a nossa vida. Por isso, descubra aqui boas razões para não guardar as emoções.

O choro faz uma espécie de descarga emocional, trazendo sensação de bem-estar, relaxamento e alívio. Quando de tristeza, emite uma mensagem de desamparo, necessidade de atenção e ajuda na redução da agressão. Portanto, auxilia com que necessidades da pessoa que chora sejam atendidas.

Choramos também em solidariedade ao outro. Quando sentimos empatia pelo sofrimento de alguém, muitas vezes temos essa reação, e isso pode ajudar o outro a se sentir compreendido e amparado. Por isso, chorar faz bem tanto fisiologicamente quanto socialmente.

Prendendo o choro

É certo que, durante a vida, nós precisamos, em alguns momentos, “engolir” as emoções, mas isso não significa não sentir elas. Guardar as emoções sempre significa se anular e não ficar atento ao que estão querendo nos dizer.

Na verdade, as emoções servem como sinalizadores. É preciso ouvir o que elas têm a dizer e agir da melhor maneira. Isso faz com que haja um autorrespeito e, socialmente, elas também auxiliam um convívio melhor entre as pessoas.

Saúde

Chorar, sorrir, sentir medo e até raiva. Todo e qualquer sentimento tem uma função importante no nosso dia a dia. Por exemplo, o medo pode te prevenir de alguma ameaça, a tristeza leva à reflexão, o sorriso traz a sensação de bem-estar.

Deixar nossas emoções aparecerem é uma forma de compreendermos melhor uma situação e até de reagirmos a ela de maneira adaptada. Conheça os benefícios dessa prática:

Autoconhecimento

Quando a emoção é constante, já saberemos como vamos agir, embora a intensidade possa variar bruscamente. Aprendemos a lidar de maneira positiva com as mais diversas situações, principalmente naquelas que somos “testados”, como um momento de raiva.

Alivia o estresse e a tensão

Se a situação parece difícil, liberar o choro pode diminuir esse sentimento, acalmar e fazer com que, de certa forma, a tristeza dê uma trégua. Ou, podemos olhar pelo outro lado, sorrir e procurar algo que distraia, também vai funcionar como um alívio para a situação.

Melhora o humor

Seja as emoções positivas ou “negativas”, após passarmos por ela e externá-las de maneira correta, teremos a sensação de bem-estar, melhorando o nosso humor e, consequentemente, as nossas ações no dia a dia.

Fonte: Estadão Conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *