Consórcio Nordeste quer criar rede de inteligência para impedir entrada de armas e drogas

Uma das propostas do Consórcio Nordeste, que será lançado nesta segunda-feira (29) na Bahia, é a criação de uma rede de inteligência para impedir a entrada de drogas e armas nos estados nordestinos, protegendo as divisas da região.

“Estamos estudando a ideia de uma rede em toda fronteira Nordeste. Uma rede de proteção com uso de  tecnologia e inteligência  para que a gente possa evitar essa entrada e saída de droga […] O tema relativo a segurança é o que mais demonstra que estamos no caminho certo com o consórcio. Nós começamos já em 2015, 2016 e 2017  e, no último resultado, o Nordeste apresentou a maior queda de homicídios na sua história”, disse o governador do Piauí ao site Bahia.ba.

As ações integradas no Nordeste, segundo Wellington, têm ajudado a diminuir os índices de violência nos estados da região. Com a rede integrada, os líderes querem “sufocar” as quadrilhas criminosas.

180 graus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *