ELEIÇÕES SINTE DE PICOS: Chapa de oposição defende maior proximidade entre Sindicato e filiados

No dia 17 de junho do corrente ano ocorrerão as eleições para escolha da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Piauí (SINTE-PI) Regional de Picos. Duas chapas de situação e oposição disputam o pleito, encabeçadas pelas professoras Giselle Maria Martins Dantas Carvalho (CHAPA 1) e Adnaid Moura Rufino (CHAPA 2).

A reportagem do Folha Atual está realizando entrevistas com ambas as postulantes ao cargo de presidente do Sinte-PI Regional de Picos, buscando ouvir suas opostas e saber sobre avaliação da campanha nessa reta final.

O Sinte Regional de Picos conta com 24 municípios vinculados à entidade e possui um número de 1.800 filiados. Nas eleições de 17 de junho, haverão 14 urnas disponibilizadas para votação distribuídas nas cidades: Picos (3) e as demais urnas serão inseridas nas cidades de Itainópolis, Francisco Santos, Monsenhor Hipólito, Santo Antônio de Lisboa, São João da Canabrava, São José do Piauí, Bocaina, Dom Expedito Lopes, Ipiranga, Santa Cruz e Isaías Coelho.

A primeira candidata ouvida pela reportagem é a professora Adnaid Moura Rufino que está à frente da Chapa 2 “Pelos profissionais da Educação e alternância de poder. O grupo formado por 17 membros defende mudança e maior proximidade entre Sindicato e filiados.

FOLHA ATUAL: Qual o propósito de se lançar candidata as eleições do Sinte Regional de Picos?

ADNAID RUFINO: “O propósito da nossa chapa, a nossa motivação, ela partiu do interesse destes 17 integrantes de formar uma chapa de oposição. Já estavam com oito anos que não havia chapa de oposição em Picos, então resolvemos reunir esse grupo. Teve uma espécie de eleição interna, qual seria o nome para encabeçar a chapa para presidente e vice-presidente. O meu nome e do professor Acleude foram os votados, acredito eu por sermos ativos e estamos sempre envolvidos com a causa do Sinte.

Composição Chapa 2

FOLHA ATUAL: Diante das dificuldades enfrentadas pela causa sindical, o que os filiados podemesperar da Chapa 2?

ADNAID RUFINO: O que mais temos ouvido está indo ao encontro das nossas propostas porque quando as mesmas foram elaboradas buscamos ouvir os representantes da diretoria, depois realizamos a divulgação maciça nas redes sociais e fomos visitar os filiados, não só de Picos, mas das 23 cidades que compõem a região. Observamos as deficiências existentes que são a ausência de assembleias itinerantes, uma assessoria jurídica mais presente, além da luta pelo atendimento dos Planos Planta e IAPEP nas clínicas e hospitais de Picos. Nossa pauta é aproximar o Sinte do filiado, buscando uma unificação entre diretoria e municípios.

FOLHA ATUAL: Professora Adnaid, qual sua avaliação sobre a atual situação do Sinte Regional de Picos?

ADNAID RUFINO: No tocante à conquistas patrimoniais a atual gestão está de parabéns. Sabemos que tudo isso é fruto do desconto sobre os salários dos servidores, porém temos outras lutas e isso deixou a desejar nos últimos anos, houve uma certa acomodação. Temos que fortalecer o Sindicato, trazer o filiado de volta para o Sindicato, unificar as nossas lutas para conquistar nossos direitos.

FOLHA ATUAL: Nessa reta final, como tem se desenvolvido a campanha e aceitação por parte dos filiados?

ADNAID RUFINO: Já visitamos quase todas as cidades. Estamos fazendo nossa campanha pelas redes sociais, estamos realizando visitas nas escolas, estamos também visitando as residências dos filiados com toda cautela, usando máscara, não chegamos a entrar nas casas, é mais para ter um contato, ouvir o servidor estadual, para nos apresentar como proposta de renovação, o nosso diferencial. A nossa aceitação está muito boa, os filiados querem essa mudança. Desde a adolescência milito nos movimentos estudantis, de igreja, sindical, político. O Sindicato somos todos nós, é a nossa base.

folha atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *