Empresários da saúde do Piauí reivindicam R$ 18 milhões atrasados do Iaspi/Plamta

Na última segunda-feira (22/07), representantes do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado do Piauí (Sindhospi) reuniram-se na sede do Instituto de Assistência e Previdência Privada do Estado do Piauí (Iaspi) com Daniele Aita, diretora-presidente do órgão. A intenção dos empresários foi cobrar os pagamentos atrasados dos estabelecimentos credenciados ao plano de saúde do Estado (Iaspi/Plamta). Segundo a entidade, o montante se aproxima a R$ 18 milhões, referentes às faturas de março e abril.

No dia 16 de julho, foi protocolado ofício solicitando a adoção de medidas urgentes para sanar os atrasos nos pagamentos referentes aos meses de março e abril de 2019, nas faturas do Iaspi Saúde e Plamta. De acordo com Jefferson Campelo, presidente do sindicato, boa parte do faturamento dos estabelecimentos credenciados é proveniente do instituto. “Estamos chegando ao mês de agosto e temos clínicas e laboratórios que não receberam ainda os pagamentos do mês de março. Por isso, viemos aqui reivindicar mais uma vez o cumprimento do cronograma”, relatou.

Durante o encontro com os representantes dos estabelecimentos de saúde, a diretora do Iaspi informou que o pagamento referente à fatura de março já está sendo realizado e deve ser finalizado ainda esta semana. “Nós dependemos de recursos da Sefaz para quitar as faturas. No momento, estamos realizando o pagamento de março, que foi aberto agora em julho, na perspectiva de finalizar esta semana”, garantiu Daniele. A expectativa é que o pagamento do mês de abril inicie logo após quitar o mês de março, portanto, no início da próxima semana.

INTERVENÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO

Em novembro de 2018, o promotor Fernando Santos interviu no conflito entre empresários da saúde e Governo do Piauí. Naquela ocasião, ficou acordado que o contrato entre prestadores e Iaspi seria cumprido com o adimplemento de todos os filiados em até 60 dias após a entrega das faturas e demais documentos comprobatórios da execução dos serviços, tendo sido firmado ainda o dia 10 de cada mês para a execução destes pagamentos.

Por outro lado, o Sindhospi alega que parte das faturas dos meses de março e todas as faturas do mês de abril de 2019 ainda estão em aberto. O presidente do sindicato afirma que o próximo passo é conversar com o secretário Rafael Fonteles, titular da Secretaria de Fazenda (Sefaz). Hoje, por meio da assessoria de imprensa, a pasta informou ao OitoMeia que efetuará o pagamento até a próxima semana.

“Como sempre, a doutora Daniele foi muito solícita e demonstrou entender a situação. No entanto, infelizmente, estas resoluções não dependem somente da vontade dela. Por isso, um dos nossos próximos passos é agendar uma reunião com o secretário Rafael Fonteles para saber o que pode ser feito para honrar o cronograma de pagamentos que foi estabelecido por ele”, pontuou.

oito meia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *