Envelhecimento exige mudanças no lar

No Brasil, 700 mil novos idosos são incorporados todos os anos à pirâmide etária. Dizem que não há lugar melhor no mundo do que a nossa casa. Mas, de acordo com o Ministério da Saúde, 75% dos acidentes envolvendo idosos acontecem dentro de casa e por motivos que poderiam ser evitados. As pessoas se esquecem de que, assim como os pais preparam o lar para a chegada de um bebê, planejando evitar quedas, choques, queimaduras etc., também os adultos precisam preparar suas residências para quando a velhice chegar ou, melhor ainda, fazer modificações para que seus pais tenham boa qualidade de vida por mais tempo. Escadas íngremes, corredores mal iluminados e outras tantas barreiras podem levar uma pessoa diretamente para o hospital e encurtar uma vida bem vivida.

De acordo com a médica Graziela Moreto se usar escadas for imprescindível, deve haver corrimãos nos dois lados. “Esse é um item que deve estar presente em várias partes da casa, principalmente no banheiro. O idoso precisa estar seguro na hora de usar o vaso sanitário, tomar banho e se vestir. Em geral, também é importante eliminar desníveis de qualquer tipo que possam causar tropeços e quedas, principalmente nas áreas molhadas da casa, como cozinha e quintal. Excesso de móveis, tapetes e baixa iluminação também representam riscos que precisam ser corrigidos. Lâmpadas com sensor de presença são uma alternativa econômica para evitar problemas”.

meio norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *