Governo do Estado estabeleceu como meta imunizar 80% das pessoas maiores de 18 anos até o fim de agosto

O Piauí alcançou nesta segunda-feira (12/07), 397.786 pessoas imunizadas, o que representa 12,12% de toda a população piauiense, estimada em 3.281.480 milhões pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e 16,71% quando considerada apenas a fatia dos vacináveis, habitantes com 18 anos ou mais, formada por 2.378.190 pessoas.

O quantitativo contempla quem recebeu as duas doses das vacinas (CoronaVac/Butantan, Pfizer/BioNTech e AstraZeneca/Fiocruz) ou a dose única no caso da Janssen. O quadro avança conforme o intervalo solicitado pelos fabricantes e incluído no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 (PNO).

(Foto: Divulgação)

A capital Teresina lidera o ranking da imunização em números absolutos com 444.609 doses aplicadas, sendo 335.293 pessoas vacinadas (D1), 103.687(D2), 5.629 (DU), de acordo com o Vacinômetro da Fundação Municipal de Saúde. A capital concentra a maior população do estado, 868.075 mil habitantes.

“A segunda dose aumenta a proteção contra a Covid-19. Por isso, é importante tomar a dose de reforço na data correta. Quem não completa o esquema vacinal está mais sujeito à infecção grave se comparado com pessoas que recebem as duas doses”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto. Ele ressalta que a pessoa não deve escolher vacina e tomar a que estiver disponível. “Todas são seguras e apresentam resultados animadores”, destaca.

No Piauí, tomaram as duas doses quem pertence a grupos prioritários: profissionais da saúde, idosos, indígenas, gestantes, forças de segurança e salvamento e quilombolas. A dose única foi aplicada, além da população em geral de 18 a 59 anos, em trabalhadores do transporte oletivo e do transporte ferroviário, caminhoneiros, profissionais da saúde e pessoas em situação de rua.

O Governo do Estado estabeleceu como meta imunizar 80% das pessoas maiores de 18 anos, ao menos com a primeira dose ou dosagem única, até o fim de agosto, e 100% deste grupo até o fim de outubro.

(Foto: Reprodução)

De acordo com o superintende de Atenção à Saúde, Herlon Guimarães, para atingir esse objetivo, a Sesapi tem acompanhado de perto a vacinação nos municípios, oferecendo, inclusive, benefícios aos municípios, como o pagamento de R$ 1,50 por dose registrada. “Muitas cidades piauienses já estão vacinand a população da faixa dos 40 anos contra a Covid-19”, afirma.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, a redução de mortes no estado é reflexo do avanço da vacinação.

“Acreditamos que, além das medidas de controle adotadas pelo Governo, a imunização da população tem refletido diretamente na queda da taxa de infecção e óbitos”, afirma. Por isso, acrescenta, é importante que a população não desperdice a chance de vacinar para que o Piauí possa continuar avançando cada vez mais na ampliação da taxa de vacinados. “A vacina é a única garantia que temos de voltar a normalidade”, finaliza.

Com informações da assessoria 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *