Motorista revela porque não se meteu em briga entre DJ Ivis e Pamella Holanda

Foi divulgado um áudio do funcionário de DJ Ivis, o motorista Charles Barbosa de Oliveira, que aparece em uma das cenas em que o músico agride a ex-mulher Pamella Holanda. Na gravação, ele se defende das acusações de que teria se omitido ao não parar a briga.

“Uma coisa eu digo para você sem medo de errar e é o que eu vou falar quando eu for chamado lá [na polícia]. Se não fosse Deus e eu, de fevereiro para cá, alguém já tinha morrido. Isso eu digo para você sem medo de errar”, diz.

Aquela confusão ali que eu apareço não começou ali. Começou dentro do quarto, um moído grande. As outras foram quase bem dizer em fevereiro ou janeiro, não sei bem ao certo. As que eu participei, eu me lembro de tudo, sei de tudo. Muita coisa ali eu me meti, senão a m*rda tinha sido maior”, continua o motorista.

“Só que agora é fácil apontar, falar que eu nunca fiz nada e eu fui omisso. Beleza, eu fui omisso? Tranquilo. Vou responder pela minha omissão. E das vezes que eu me meti? E tesoura que eu tomei? E faca que eu tomei? E objeto que eu não deixei jogarem um no outro?”, questiona.

Para Charles, o caso só está tendo grande repercussão porque DJ Ivis está no auge e não pela gravidade das agressões. “Isso aí é briga de marido e mulher. Isso daí só está na mídia porque o cara está famoso. Se fosse uma Maria ou um João, morria nisso aí mesmo. Já foi”, afirma.

Entenda o caso

Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, é acusado de agredir a ex-mulher Pamella Holanda. As imagens foram publicadas pela influencer nas redes sociais neste fim de semana. É possível vê-la levando puxões de cabelo, chutes na costela, socos na cabeça e no rosto diante da filha de apenas 9 meses.

Exames de corpo de delito comprovaram as agressões através de laudo pericial. A Polícia Civil do Ceará está investigando o caso. O Ministério Público solicitou uma medida protetiva para Pamella e para a filha, que foi concedida pelo Tribunal de Justiça do estado.

Após a repercussão, o DJ gravou um vídeo em que pede desculpas e diz que nada justifica as agressões, mas afirma que não aguentava mais as ameaças que sofria da ex-mulher.

Diversos famosos se pronunciaram sobre o caso. Marília Mendonça, Juliette e Pocah se manifestaram contra DJ Ivis em suas redes sociais. O cantor Xand Avião, dono da produtora que gerenciava a carreira do músico, disse que ele foi afastado da empresa após a divulgação do caso.

UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *