Novo superintendente da PRF quer reduzir mortes nas BRs e dobrar radares

A redução de acidentes e de vítimas fatais nas rodovias federais estão entre as prioridades do novo superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Piauí, Stênio Pires Benevides. O inspetor foi empossado nesta segunda-feira (5), em solenidade no auditório do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Teresina.

“O trabalho será focado em dois grandes aspectos: redução de acidentes e de mortes ao longo das rodovias federais. O Piauí possui um dos mais altos números de acidentes em rodovias federais se observado o tamanho da frota e da população. Queremos reduzir esses índices como fizemos em julho deste ano, com redução de 30% no número de acidentes”, pontuou Stênio.

Segundo o novo superintendente, o combate à criminalidade é outro desafio da PRF no estado, que tem virado rota de tráfico de drogas, madeira ilegal e de animais silvestres. “Para isso devemos melhorar as condições de trabalho dos agentes, investindo em tecnologia e trabalhando em parceria com a Polícia Civil, Militar e com a sociedade civil, como as universidades, auxiliando na análise de dados”, destaca.

Em visita ao Piauí para a posse do novo superintendente, o diretor-geral da PRF, Adriano Marcos Furtado, anunciou ampliação do sistema de rádios digitais que deverá ser aberto às polícias Civil e Militar para trabalho de forma integrada. “É uma pauta do governo, é uma pauta do Ministério da Justiça, trabalhar de forma integrada compartilhando os dados de inteligência, de estatística, de experiência, integrando a infraestrutura e os recursos”, explica.

Foto: Analice Borges / Cidadeverde.com

Deverão ser implementadas 15 novas torres de rádio para a cobertura do sinal digital das polícias na região Centro-Norte do estado.

Trabalhar com os recursos disponíveis

Stênio assinala como uma das principais tarefas o estudo detalhado dos dados disponíveis. “Usar com inteligência os nossos recursos disponíveis”, disse Benevides.

Foto: Analice Borges / Cidadeverde.com

Etilômetros e radares

A PRF pretende dobrar o número de etilômetros no Piauí. “Com novos cinco etilômetros, saímos de 2,7 mil para 7 mil testes, um aumento de 160%. Lembrando que a embriaguez é um dos fatores que mais contribui para acidentes no trânsito”, pontuou.

A PRF também adiantou que vai dobrar o número e radares fixos nas rodovias. Atualmente são três radares no Piauí.

Novos postos
O novo superintendente assegura que estão sendo estudadas a ampliação do posto em Bom Jesus e a implantação de uma unidade em Corrente. “O Piauí tem mostrado um crescimento muito grande na área do agronegócio no Sul do estado. O novo superintendente nos apresentou um projeto de expansão para a região sul e vamos analisar”, contou o diretor-geral da PRF.

Concurso

Para a expansão das novas unidades, a Diretoria-Geral da PRF em Brasília garantiu que novas 44 vagas deverão ser abertas no estado com remanejamento em remoção nacional.

Carreira

Stênio substitui Welendal Leal Tenório, que estava na frente da superintendência desde 2006. Com 48 anos de idade, Stênio é natural de Parnaíba. Formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com cursos de gerenciamento policial pela Universidade de Brasília (UnB) e gestão em segurança pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Stênio ingressou na carreira como Policial Rodoviário Federal em 1996. No Ceará, exerceu os cargos de Chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização da 16ª SRPRF/CE(2001-2009), Chefe do Núcleo de Estatística do DPRF/MJ(2011-2012), Chefe da Divisão de Planejamento Operacional/CGO/ PRF(2012-2014), Coordenador Geral de Operações Substituto/DPRF/MJ(2012-2014), Chefe da Divisão de Fiscalização de Trânsito/CGO/PRF(2015), Superintendente Regional de Policia Rodoviária Federal do Ceará(2015-2017), Chefe de Gabinete Substituto do Diretor Geral(2017-2018) e Assistente do Diretor Geral(2017-2019).

Flash de Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *