PF investiga contratação de disparo de Whatsapp com fins eleitorais no Piauí

0
136

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira(16) a operação “Fake SMS”. A ação tem como objetivo investigar a contratação de serviços de disparo automático de mensagens via Whatsapp, para fins eleitorais, pelo Governo do Estado do Piauí.

Ao todo, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, autorizados pela 98ª Zona Eleitoral, em Teresina. De acordo com a PF, foram apreendidos documentos, celulares e mídias de armazenamento.

Foto: Divulgação/PF

O material apreendido será analisado pela Polícia Federal, com o objetivo de comprovar se o serviço contratado era utilizado com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação, o que constitui crime eleitoral.

O nome da operação faz referência ao uso de serviço de mensagens (WhatsApp) para suposta propagação de Fake News.

O cidadeverde.com tentou contato com o Governo do Estado, através da Coordenadoria de Comunicação, mas até o momento ainda não obteve resposta sobre a operação.

Aguarde mais informações

Natanael Souza
redacao@cidadeverde.com 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui