Piauí terá maior safra da história, com 4,42 milhões de toneladas de grãos

O IBGE do Piauí confirmou, na quarta-feira (11), que a previsão para a produção de grãos deste ano, apesar de ser menor que a estimada em julho, representa a expectativa de nova quebra de recorde de produção.

Pela previsão, serão cerca de 210 mil toneladas a mais que a produção de 2018, o que representa um aumento entre 4,5% e 5%, puxado principalmente pela produção de milho, que deve ter crescimento de cerca de 21%. A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas no Piauí para 2019 foi estimada em 4.422.902 toneladas em agosto.

Principais destaques 

Soja
Segundo o IBGE, a possível queda de 5,9% na produção de soja, mesmo com o aumento de 7,7% da área colhida, se deve aos fatores climáticos – à redução do volume de chuvas no período de dezembro/2018 a janeiro/2019, comumente conhecido como “veranico”.

Milho
A previsão de colheita de 1,84 milhão de toneladas, alta de mais de 21%, acontece apesar de ter se verificado uma pequena redução da área colhida, de aproximadamente 2,3%.

O aumento da colheita do milho deveu-se em grande parte ao chamado milho “safrinha”, que não foi afetado pelo “veranico” e teve sua produção aumentada em 305,28% em relação ao ano anterior, passando de 89.463 toneladas em 2018 para 362.580 toneladas em 2019.

Feijão
A previsão de colheita de 80,2 mil toneladas é cerca de 14,7% a menos que a safra de 2018. A queda deveu-se em grande parte a uma redução de área plantada, da ordem de 17%;

Arroz
A previsão de colheita de 78,47 mil toneladas, cerca de 28,25% a menos que a safra de 2018, se deve à queda na área plantada de arroz da ordem de 28%.

Os produtores têm abandonado o plantio do arroz em razão do produto ter uma dependência muito grande da regularidade do regime de chuvas, o que não ocorre no Piauí.

Houve uma grande queda da produção nos últimos anos, pois o Piauí já chegou a produzir 271 mil toneladas em 2011, cerca de 245% a mais do que está previsto para 2019. Em termos de área colhida, o Piauí já chegou a ter 146.297 hectares em 2011, aproximadamente 216% a mais que a previsão para este ano, que é de 46.253 hectares.

cidade verde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *