R$ 1 milhão em fraudes no Piauí: secretário, esposa e empresário são presos

Uma operação da Polícia Civil prendeu Willames Bomfim, secretário de Planejamento de Guadalupe (ex-secretário de Infraestrutura), Sul do Piauí, a esposa Vanessa Rodrigues e o empresário Edvan Morais. Os três são investigados por crimes de fraude a licitação, corrupção passiva e ativa, falsificação ideológica, lavagem de dinheiro e associação criminosa. O cumprimento dos mandados de prisão e busca e apreensão aconteceu na manhã desta quinta-feira (25/07).

A operação é coordenada pelo delegado Thiago Silva, da Delegacia de Guadalupe, com o apoio da Delegacia de Uruçuí. O delegado Célio Benício, que atuou nas buscas, revelou ao OitoMeia que o secretário também pode ser autuado por posse ilegal de arma, já que um revólver calibre 38 e várias munições foram encontrados na residência do gestor.

“Foram feitas buscas e apreensões na Secretaria de Infraestrutura, que fica no prédio da Prefeitura. Foram apreendidos contratos, comprovantes de pagamento, de depósito. Tudo isso ficou para o delegado Thiago analisar”, ressaltou o delegado Célio, responsável pela Delegacia de Uruçuí. A operação foi batizada de “Lixo de Ouro”.

A investigação iniciou em 2017. Até 2018, mais de R$ 1 milhão foram recebidos ilicitamente da Prefeitura de Guadalupe pelos investigados por meio de um contrato de prestação de serviços de coleta de lixo na cidade. As autoridades afirmam que o caso será encaminhado à Justiça em breve.

oito meia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *