Tio é condenado a 14 anos por abusar sexualmente de sobrinhas em Picos

Um homem que abusou sexualmente das duas sobrinhas na cidade de Picos foi condenado. O réu, que havia sido absolvido em primeira instância, vai cumprir 14 anos de reclusão em regime inicial fechado. A decisão foi obtida através de ação da A 4ª Promotoria de Justiça de Picos, que tem como atual titular o promotor de Justiça Gerson Gomes Pereira. O mandado de prisão foi cumprido na quarta (30/06) pela Polícia Civil.

Os fatos ocorreram em 2015, em residência na zona rural de Picos, sendo que as vítimas foram abusadas sexualmente durante aproximadamente um ano, até relatarem à mãe o que estava acontecendo. Os depoimentos das duas crianças incluíam minúcias e não tinham contradições.

Foto: Reprodução

Em 2016, o Ministério Público ofereceu denúncia. Diante da sentença de absolvição expedida pelo juiz de Direito da 4ª Vara da Comarca de Picos, a 4ª Promotoria de Picos, à época titularizada pela promotora de Justiça Maria Eugênia Gonçalves Bastos, entrou com apelação criminal.

Em acórdão, o Tribunal de Justiça julgou procedentes os argumentos do Ministério Público, incluindo o parecer elaborado pelo procurador de Justiça Hugo de Sousa Cardoso, e condenou o réu pelo crime de estupro de vulnerável.

Oito meia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *