Wellington defende condições de financiamento de empréstimo

Os questionamentos feitos pela oposição a respeito da instituição financeira escolhida, pelo Governo do Estado, para assinatura de um empréstimo foram minimizados pelo governador Wellington Dias (PT), já que segundo ele, toda esta operação estará sob o aval de outros órgãos da esfera federal.

“Estamos falando de um entendimento que não envolve só o Estado, mas o Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional. Quem cuida dessa parte é o Banco Central. Qual o olhar do governo? Quero um financiamento com prazo mais longo e com as taxas mais baixas, isso é o que nos interessa para ter os investimentos”, avaliou o governador.

A declaração veio após o deputado Gustavo Neiva, líder da oposição na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), onde o empréstimo ainda precisa ser apreciado e autorizado, afirmou que a instituição financeira escolhida pelo Poder Executivo possui um ativo de apenas R$ 767,1 milhões, valor inferior ao que o Governo pretende contrair.

Por sua vez, Dias voltou enfatizou mais uma vez que sua prioridade é conseguir instituições que ofereçam uma melhor condição de financiamento, haja vista que o Banco Central deve assegurar toda a operação. “Os bancos não trabalham com dinheiro próprio, mas com o de fundos internacionais e de clientes que fazem aplicações”, argumentou.

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *