Cresce óbito em Teresina e Firmino Filho admite que pode congelar retomada das atividades

0
167

O número de óbitos provocados pelo novo coronavírus voltou a crescer em Teresina. De acordo com o prefeito Firmino Filho (PSDB), se a tendência de crescimento for mantida, a segunda etapa de reabertura da economia será revista. Os dados são da 14º etapa da pesquisa sorológica de Teresina divulgada nesta quarta-feira (22).

O número de óbitos de residentes em Teresina é 627 e de não residentes chega a 137.  “O pico das mortes foi em  29 de junho. Depois teve queda e agora apresenta alta. Tínhamos duas semanas de queda e houve um aumento no número de óbitos. Não bate com os outros dados que temos como síndromes gripais, que teve queda. Precisamos esperar para saber se teve outro fator. Vamos esperar os outros dados. Se não houver regressão, a reabertura será revista”, disse.

Outro fato que desperta preocupação é o crescimento dos casos de coronavírus no interior. De acordo com previsão matemática, o pico no interior será na última semana de julho e no início de agosto. O aumento de casos nos municípios apresenta repercussão no sistema de saúde de Teresina.

“Os casos no interior continuam a crescer e chama atenção porque Teresina vai cuidar da covid-19 do interior. Os números de casos por dia é de 28.147 no interior. A coisa não se encontra controlada no interior. Se incluir Teresina, esse numero de óbitos chega a 1.158 por dia”, afirmou.

Aguarde mais informações

Lídia Brito

lidiabrito@cidadeverde.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here