Devota de Santa Teresinha em Monsenhor Hipólito, faz testemunho e agradecimentos sobre graças recebidas pela Santa

anos de 2020/2021 foram anos de inquietações, angústia e medo para toda a humanidade do planeta terra, o mundo foi parado por um vírus que atemorizou e desafiou a ciência, pela sua propriedade de infectar e matar pessoas, nos fez reféns em isolamento e distanciamento até do convívio com nossos familiares.

 

Mas sei que o momento foi propício para o reencontro com Deus, a União de todos os fiéis do mundo independente da religião se uniram buscando um Socorro espiritual para amenizar, acreditar que nem uma folha muda de lugar sem a permissão do NÓS soberano Deus.

Em abril em meio a tristeza pela morte do nosso querido Pedro Ricardo, vivenciamos um momento de tensão, medo, angústia o meu querido esposo Dr. Pedro Otacílio como é conhecido, passa por um momento crítico de adoecimento repentino um AVC transitório, trazendo pânico a todos os presentes ali reunidos para rezar o terço, mais uma vez recorri a Santa Terezinha que viesse ao nosso Socorro naquele momento tão difícil, em meio a aflição coloque nas mãos dele o meu terço e com fé pedi a intercessão de Santa Terezinha, mais uma vez fui socorrida, ela na sua onipresença foi dando a ele o equilíbrio de se auto medicar e nos orientar os passos que deveríamos seguir.

Confiante nos poderes da fé,. reafirmo que pela 2° vez recebi das suas mãos o milagre da cura do meu esposo. Lembrando que o 1° milagre foi a Cura da minha filha Priscilla.

Para finalizar declaro diante de Deus e a presença de todos vocês que o milagre existe e a nossa fé nos apodera da força do Espírito Santo de forma incontestáveis.

Quero nesse momento agradecer a Deus, a Santa Terezinha, aos Pe. Antônio Mendes e Pe. Sérgio, ao Grupos de Orações, Terço das Mulheres, Mãos Ensanguentadas de Jesus, Terço dos Homens, Pastoral da Juventude, Apostolado da Oração, Mãe Rainha, Grupo Carismático e a Pastoral do Idoso. equipe de celebrantes, toda comunidade católica que organizou, participou, colaborou, e recebeu Santa Terezinha no nosso 12° ano de festejo realizado aqui em Monsenhor Hipólito, a graça recebida é imensurável e impagável, por isso como forma de fé e gratidão celebramos essa festividade.

Eu de forma especial tenho recebido muitas graças, nos momentos difíceis de angústia e aflições clamo por Santa Terezinha e ela tem vindo ao meu Socorro, reconheço que tive alguns pedidos sem sucesso, como da cura de Pedro Ricardo, Wilton e o galego, e várias outras pessoas que tenho afeição e zelo, pelo nosso pouco entendimento das coisas de Deus, quando não somos socorridos prontamente ficamos procurando a razão, mas Deus na sua infinita misericórdia dever ter um proposto maior para cada um de Nós, apenas não entendemos e compreendemos.

Texto feito por: Hortalina de Sá Bezerra/Piauí em foco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *