Manifestantes pedem justiça após morte de pedreiro em abordagem policial

0
185

Logo cedo, populares saíram as ruas de Picos, em uma manifestação pela morte do pedreiro Joílson Pereira, de 39 anos. O mesmo foi morto em uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na noite da última terça-feira, 02 de junho, após ser atingido por dois disparos de arma de fogo.

Joílson foi socorrido, mas veio a óbito na manhã da quarta-feira, 03.

Familiares, amigos e militantes de movimentos sociais se reuniram no estacionamento do Fórum Municipal. Vestidos de preto e portando cartazes, seguiram em marcha até a praça Josino Ferreira.

Emocionada, a viúva da vítima, Raimunda Lima, falou sobre a angustia que tem vivido nestes cinco dias sem Joílson.

“Está sendo muito duro para mim, pois eu não estou nem comendo, nem dormindo. Não sei o que estou fazendo da vida. Vim protestar junto às pessoas da comunidade e a família dele em busca de Justiça, ele era um trabalhador, isso acabou com a vida dele e com a minha”, disse Raimunda.

Ainda de acordo com Raimunda, a PRF e nenhum órgão não procurou a família.

O caso está sendo investigado pela Polícia Federal (PF), que abriu inquérito e apreendeu a arma do policial que efetuou os disparos.

picos 40 graus

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here