Ministério da Saúde amplia campanha contra sarampo após baixa adesão

0
373

O Ministério da Saúde ampliou a campanha de vacina contra o sarampo para o dia 31 de agosto em todo o país devido à baixa adesão do público-alvo, que compreende as pessoas de 20 a 49 anos, com a vacinação de apenas 4,2%.

De acordo com o Ministério Público, desde o início da campanha, em 16 de março, até o dia 15 de julho, os dados das secretarias estaduais de saúde, registrados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, apontam que foram vacinadas 3,7 milhões de pessoas nessa faixa etária.

Essa é a quarta etapa de vacinação contra o sarampo, e o objetivo é vacinar 90 milhões de pessoas da faixa etária de 20 a 49 anos. Segundo a pasta, se a pessoa não tomou nenhuma dose da vacina, perdeu o cartão ou não se lembra, deve receber apenas uma dose da vacina. Em caso de dúvida, a orientação é procurar a unidade básica de saúde mais próxima levando o cartão de vacinação e um documento. Lá a situação vacinal será avaliada e atualizada conforme recomendações do calendário básico de vacinação.

Conforme o Ministério da Saúde, foram enviadas 4,3 milhões de doses extras da vacina além do quantitativo para o atendimento de rotina. Também está em andamento a aquisição emergencial de 29 milhões de seringas e agulhas para apoiar os estados no andamento da operacionalização da vacinação.

A pasta informa ainda que o sarampo é uma doença grave e de alta transmissibilidade. Uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Neste caso, não é necessário o contato direto porque o vírus pode se disseminar pelo ar a metros de distância da pessoa infectada.

vi agora

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here