Mortos em festa clandestina teriam sido baleados durante tumulto

0
206

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a morte de duas pessoas em uma festa clandestina que ocorria em uma casa na Vila Uruguai, na zona Leste de Teresina. Os dois teriam sido alvaejados no tumulto provocado durante a ação do atirador.

A festa era considerada clandestina por descumprir o decreto que proíbe aglomeração de pessoas durante a pandemia do coronavírus. No local estavam cerca de 40 pessoas. O atirador teria invado a festa sozinho e de capacete.

“Por infelicidade, o desfecho foi o mais trágico possível. Ele invadiu a festa em busca de um rapaz específico. No trajeto, o criminoso disparou várias vezes causando tumulto generalizado. Ele chegou a acertar a cabeça de um jovem de 21 anos e na face de outro de 23 anos, que morreram ainda no local. O terceiro jovem- que seria o alvo do bandido- conseguiu se abrigar no banheiro após ser ferido”, explica o delegado Hildson Gomes.

Cidadeverde.com apurou que um dos jovens mortos teria sido levado à festa por uma pessoa e, sequer, conhecia o dono do evento. De acordo com testemunhas, ele foi alvejado em um ato de extrema crueldade quando tentava se esconder.

O baleado, que não teve a identidade revelada, permanece internado. A motivação para o crime está sendo investigada.

“A Polícia Civil, por meio do DHPP, vai continuar as diligências até descobrirmos que é esse atirador covarde e frio, bem como a motivação para tanta violência”, concluiu o delegado Hildson Gomes.

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here