MPE investiga supostas candidaturas laranjas de mulheres no Piauí

O Ministério Público Eleitoral do Piauí (MPE-PI) instaurou neste mês uma notícia de fato e irá investigar oito supostas candidaturas ‘laranjas’ no estado, durante as eleições de 2018, de quatro partidos políticos: o PSC, PRB, PR e MDB. As candidatas Soraya Coelho, Raimunda Marques, Izete Rodrigues, Tamires Vasconcelos, Maria de Fatima, Luiza Holanda, Maria Bernadete e Erika Oliveira teriam sido usadas apenas para que as coligações cumprissem as exigência mínima de mulheres nas chapas.

Em despacho do dia 07 de fevereiro de 2019, o Procurador Regional Eleitoral, Patrício Noé da Fonseca, solicitou a busca e fornecimento de certidão de todos os feitos judiciais e extrajudiciais bem como expedientes de natureza eleitoral distribuídos à Procuradoria, nos últimos seis meses, em que figurem como partes ou interessados essas candidatas.

Veja os casos relatados ao MPE:

1 –Soraya Coelho, candidata do PRB a deputada federal, recebeu R$ 453 mil e obteve 319 votos. Grande parte dos recursos foram gastos com “Coordenadoria Administrativa de campanha”, algo surreal para uma candidata que teve 319 votos.

2 –Raimunda Marques, PRB, candidata a deputada federal que recebeu R$ 324 mil e obteve 214 votos.

3 – Izete Rodrigues, PSC, candidata a deputada federal, recebeu R$ 280 mil e obteve 616 votos. Sabe-se que Izete Rodrigues sempre foi secretária do então candidato a governador Valter Rebelo, também do PSC.

4 – Erika Oliveira, do mesmo partido e concorrendo ao mesmo cargo, não recebeu nenhum centavo.

5 – Tamires Vasconcelos (PR-deputada estadual) recebeu R$ 370 mil e obteve 41 votos.

No MDB, concorreram a deputada estaduais os seguintes nomes, recebendo os seguintes valores:

6 – Maria de Fatima ­ – 85 Votos, recebeu 60 mil entre Fundo partidário e Fundo Especial

7 – Luiza Holanda – 128 Votos, recebeu 80 mil entre Fundo Partidário e Fundo Especial

8 – Maria Bernadete – 393 votos, recebeu 63.765 entre Fundo Partidário e Fundo Especial.

As suspeitas sobre as candidaturas “laranjas” no Piauí teve início após publicação exclusiva do blogueiro Genevaldo Silva do Viagora. Na reportagem foi destacado o montante de dinheiro público, oriundos do Fundo Eleitoral e Partidário, disponibilizados pela Direção Nacional do PRB para a candidatura de Soraya Coelho para deputada federal.

Da mesma forma ocorreu com a candidata Raimunda Marques candidata a deputada federal pelo PRB do Piauí. Reportagem também publicada pelo blogueiro.

vi agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *