Nutrição pode ser uma importante aliada na prevenção do câncer de mama

Você já ouviu falar muitas vezes da importância da alimentação adequada e saudável para a manutenção da saúde e até mesmo para a prevenção de doenças como obesidade, hipertensão e diabetes. Mas, talvez ainda não tenha ouvido falar da relação que a sua comida tem com o surgimento do câncer de mama.

O nutricionista Igor Oliveira chama a atenção para a importância de uma alimentação e nutrição equilibrada como um dos pilares de prevenção da doença. Isso porque, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 30% a 50% de todos os casos de câncer podem ser prevenidos, desde que sejam adotados estilos de vida saudáveis, evitando a exposição a carcinógenos ocupacionais, poluição ambiental e certas infecções crônica.

“A ciência já mostrou que bons hábitos alimentares são fundamentais para prevenir o câncer. Não só isso, a nutrição é imprescindível no enfrentamento e na recuperação da doença”, destaca Igor Oliveira.

Neste sentido, o nutricionista do Sistema Hapvida elencou 5 dicas de alimentação para ajudar na prevenção do câncer de mama.

– Aumentar o consumo de vegetais;

– Consumir 3 porções de frutas ao dia;

– Consumo de alimentos que ajudam na regulação do intestino como: cereais integrais e aveia;

– Consumir bastante água;

– Consumo de temperos naturais.

“O consumo variado de vegetais, frutas e temperos naturais permite que a pessoa absorva vários tipos de antioxidantes. Já a água vai regular o metabolismo”, explica o nutricionista.

As autoridades em saúde estimam cerca de 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. O câncer de mama ocupa a primeira posição em mortalidade pela doença entre as mulheres no Brasil, com taxa de mortalidade ajustada por idade, pela população mundial, para 2019, de 14,23/100 mil.

É importante lembrar que não há uma única causa para o câncer. De acordo com o Inca, vários fatores estão relacionados ao surgimento da doença entre as mulheres. Os principais fatores de risco apontados são envelhecimento, determinantes relacionados à vida reprodutiva da mulher, histórico familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, atividade física insuficiente e exposição à radiação ionizante.

Por isso, a prevenção do câncer se faz também cuidando da alimentação, nutrição e mantendo hábitos saudáveis.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *