Piauí: adolescente nega que tenha matado o irmão de sete anos acidentalmente

0
181

Em depoimento à polícia, o adolescente de 14 anos, suspeito de ter atirado acidentalmente e matado o irmão, disse que a arma teria caído no chão, provocando o disparo. O caso aconteceu na última terça-feira (21/07) em Esperantina.

A hipótese inicial era de que o adolescente manuseava a arma de fogo tipo ‘bate-bucha’, que teria disparado acidentalmente, matando o menino de sete anos, mas em depoimento, negou a versão.

O menor afirmou que comprou a arma para caçar animais e ela estava guardada na casa, carregada, caindo no chão e atingindo o garoto.

O adolescente diz que nem estava no cômodo na hora do disparo e que ele e sua mãe levaram o susto.

Alysson Guilherme da Silva chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso continua sob investigação.

Sobre o caso
Um menino de sete anos de idade faleceu no Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman, em Esperantina, após ser atingido com um tiro acidental de espingarda. As informações são da RevistaAZ.

A tragédia aconteceu na localidade Picada Velha, na região do Boi Velho, zona rural do município.

Segundo as informações iniciais, o irmão mais velho, de 14 anos, manuseava a arma de fogo, quando houve o disparo acidental. A criança foi levadas às pressas para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Militar foi comunicada do caso e se deslocou até a referida comunidade para apurar os fatos juntamente com o Conselho Tutelar.

az

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here