Piauí tem 17 mortes e quase mil novos casos do coronavírus em 24 horas

0
213

Boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) confirmou 17 mortes e 958 novos casos do coronavírus nas últimas 24 horas. Os dados foram atualizados na noite desta terça-feira (23).

Com os 17 óbitos, são 534 no acumulado desde março – a maioria do sexo masculino (328) e com 60 anos ou mais (401). Os total de casos confirmados chegou a 16.227.

Teresina atigiu a marca de 301 óbitos com mais 10 registros nesta terça-feira: seis homens (32, 46, 56, 63, 67 e 69 anos) e quatro mulheres (52, 69, 76 e 82 anos).

Parnaíba é a segunda cidade na lista, com 50 óbitos – mais um confirmado nesta terça-feira, uma mulher de 82 anos.

Com mais duas mortes – mulheres de 75 e 78 anos – Barras chegou a 14 no total e se tornou o terceiro município em número de óbitos no Piauí.

A terceira morte de Elesbão Veloso foi de uma mulher de 73 anos.

Campo Largo (homem, 73 anos) e Demerval Lobão (mulher, 81 anos) têm agora duas mortes cada um.

Sem casos anteriores confirmados, Sebastião Barros registrou seu primeiro óbito: uma mulher de 60 anos. Com isso, são 73 municípios com pacientes que faleceram pela covid-19.

Casos confirmados
Foram confirmados os primeiros casos em Barra D’Alcântara e Sebastião Barros. Agora são 197 municípios que têm ou tiveram pessoas infectadas pelo coronavírus – apenas 27 ainda não estão no mapa da covid-19.

Um bebê de dois meses e uma pessoa de 96 anos estão entre os novos infectados.

Situação hospitalar
As altas médicas nas últimas 24 horas superaram as internações pela primeira vez em duas semanas, segundo levantamento feito pelo Cidadeverde.com, com base nos dados divulgados pela Sesapi. Foram 13 pacientes liberados para voltar para casa (874 no total acumulado). Outros 10 foram internados em leitos para tratamento de covid-19 (824 no total, três a menos que no dia anterior).

A ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) atingiu seu maior número desde março – são 300 internados (71,6%). Outros 18 estão em leitos de estabilização (29,51%), e 506 em leitos clínicos (49,85%).

Somados UTI e estabilização, leitos que usam respiradores, a ocupação é de 66,25%.

Fábio Lima
redacao@cidadeverde.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here