Prefeito diz que acionará a justiça após Equatorial Piauí cortar energia de poços

0
131

O prefeito do município de Amarante, Diego Teixeira, foi às redes sociais anunciar por meio de um vídeo que vai acionar a Justiça contra a Equatorial Piauí. O motivo é o corte que está sendo feito no fornecimento de energia elétrica nos poços de abastecimento de água em comunidades rurais do município. As informações são do Somos Notícia.

O gestor assegurou que está com todas as contas em dia e que não há motivo para o corte. “Quero dizer a todos que a Prefeitura de Amarante está com todas as contas em dia. Estou muito indignado porque existe uma lei federal que proíbe cortes em vésperas de feriados e em fim de semana”.

Diego Teixeira finaliza o vídeo dizendo que mesmo que estivesse devendo, em razão da pandemia de coronavírus, a empresa não poderia realizar os cortes de energia no município. “Nós vamos tomar todas as providências jurídicas contra essa empresa para resolvermos os problemas. Conte com o meu trabalho e minha força, pois isso a gente vai vencer esse obstáculo.”

Uma fonte informou que “os moradores da comunidade Buritirana estão reclamando porque foi cortada a energia do poço e não tem água para a comunidade”. Segundo ela, o corte ocorreu na tarde da última quinta-feira.

Equatorial se manifesta
A Equatorial Piauí esclarece que durante fiscalização de rotina neste sábado, dia 18, no município de Amarante encontrou unidades ligadas clandestinamente, mesmo após atuação da distribuidora no último dia 16 no combate a outras irregularidades.

Os desligamentos aconteceram em ligações irregulares, ligadas de forma clandestina e que colocam em risco e comprometem a segurança da população de Amarante, pois podem causar acidentes com consequências muito graves, inclusive fatais. Além disso, elevam as perdas de energia, causando prejuízos para toda a sociedade, afetando a qualidade da energia elétrica, provocando falta de energia e comprometendo a arrecadação de impostos utilizados para custear serviços públicos e investimentos.

Não se trata, portanto, de ação de corte por inadimplência, embora o município tenha o débito de R$ 337.931,41 relativo ao consumo de energia elétrica pelo sistema de iluminação pública da cidade, valor atualizado até a data de hoje. Portanto, é improcedente a informação propagada pelo prefeito em vídeo publicado de que não consta débito do município com a distribuidora.

A Equatorial Piauí, sempre trabalhando para levar energia com qualidade e segurança, realizou recentemente o investimento de R$ 673.152,65, para construção e energização da nova rede de atendimento à comunidade Novo Amarante, desligando o sistema irregular que existia, dando segurança à população de aproximadamente 330 famílias, que ali residem.

A concessionária informa ainda que está à disposição dos representantes do município para discutir as melhores condições para a negociação dos débitos e regularização das novas unidades consumidoras.

somos noticia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here