Tribunal de Justiça do Piauí realiza campanha de arrecadação de absorventes íntimos

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), através da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, em parceria com a Clínica ONCOBEM – Oncologia Clínica, realiza uma campanha de arrecadação de absorventes íntimos para mulheres em situação de vulnerabilidade em Teresina assistidas pelo Programa Florescer.

De acordo com o TJ-PI, a arrecadação de absorventes acontece até o dia 31 de outubro, período em que a Clínica ONCOBEM promove atenção especial ao público feminino por ser o mês alusivo à prevenção ao câncer de mama.

A iniciativa também conta com apoio de empresas parceiras e sociedade civil que queiram aderir à causa. A arrecadação será realizada na clínica ONCOBEM e os absorventes serão distribuídos pelo Tribunal de Justiça do Piauí.

A magistrada Keylla Ranyere, coordenadora da Coordenadoria da Mulher do TJ-PI, destaca a importância da ação para mulheres em situação de vulnerabilidade.

“Ações desta natureza empoderam as mulheres, uma vez que dão a elas mais estrutura para estudar ou trabalhar, diminuindo suas fragilidades e construindo um escudo contra a desigualdade”, pontua a magistrada.

Ainda de acordo com a juíza Keylla Ranyere, a “Coordenadoria da Mulher atua com base na Resolução nº 254/2018 do CNJ, que elenca dentre os objetivos da Política Judiciária de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, em seu art. 2º, III, fomentar a promoção de parcerias para viabilizar o atendimento integral às mulheres, merecendo, portanto, essa ação, o apoio da Coordenadoria”.

Segundo uma pesquisa realizada pela Johnson & Johnson Consumer Health, em parceria com os Institutos Kyra e Mosaiclab, 28% das mulheres de baixa renda são afetadas diretamente pela pobreza menstrual (cerca de 11,3 milhões de brasileiras) e 30% conhecem alguém que é afetada pelo problema.

”As pesquisas mostram que uma entre quatro mulheres não tem acesso a absorventes íntimos e uma empresa cidadã que atende o público feminino deve ser responsável por fazer parte desta luta, de cuidado para com a mulher, para com as pessoas que têm menos condições”, destacou o diretor operacional da clínica, Enéas Vieira.

Programa Florescer

O Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas Crianças – FLORESCER, atende mulheres em situação de vulnerabilidade, residentes em Teresina, é desenvolvido pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Políticas Públicas para mulheres e crianças na faixa etária de 1 a 2 anos e onze meses, e objetiva empoderar mulheres, através do fortalecimento de vínculos sociais e familiares, da qualificação profissional, do acesso à informação e a serviços de saúde e justiça, além de acolher e realizar atividades de desenvolvimento psicossocial com suas crianças.

Foto: Divulgação

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *