Vacinas chinesas chegam ao Brasil para testes com voluntários

0
240
Um profissional médico mostra um teste negativo para o novo coronavírus em frente ao Estádio Mane Garrincha, em meio ao surto da doença por coronavírus (COVID-19), em Brasília, Brasil, 21 de abril de 2020. REUTERS / Ueslei Marcelino

Chegaram hoje a São Paulo as doses da vacina chinesa contra a Covid-19 que serão testadas em nove mil voluntários brasileiros. Esta é a terceira fase de testes e será realizada em profissionais de saúde que ainda não tiveram a doença. As inscrições continuam abertas a quem tiver interesse em participar dos testes com as vacinas produzidas pelo laboratório chinês Sinovac Biotech.

O Instituto Butantan, em São Paulo, é um dos doze centros brasileiros responsáveis por esta etapa da pesquisa no Brasil e que ficará encarregado da fabricação da vacina. A previsão é de que, se tudo correr bem, até novembro deste ano a vacina estará pronta para seguir para a fase de aprovação dos órgãos reguladores, último passo antes da fabricação e distribuição do produto.

O Instituto Butantan já adiantou que tem capacidade para fabricar até 100 milhões de doses da vacina. O acordo com a China prevê que, desse total, 60 milhões de doses fiquem no Brasil para ser aplicadas na população local.

Em outra frente, seguem os testes com a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, a mais adiantada de todas e a que já apresentou os resultados mais promissores até o momento.

cidade verde

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here